cultura de vigilância

fachada principal do belo Parlamento da Áustria

Em um post anterior eu me referi à irritante cultura de vigilância que existe na Hungria. Pois ontem tive mais uma prova dela, ou antiprova.

Sabadão em Viena, o Ring (antigo anel de muralhas vienenses que foram derrubadas no século XIX para a construção de uma avenida e enormes edifícios públicos – teatros, palácios etc. – e particulares) fervia de turistas.

Entre os edifícios mais visados, o belo Parlamento neoclássico, que lembra a Akademia de Atenas. Pois bem: o povo subia a rampa do Parlamento, as escadarias (externas), olhava pelas portas e janelas, foto pra cá, foto pra lá. Nenhum guarda à vista.

Em Budapeste, o Parlamento é cercado por alambrados e há seguranças de terno e militares por toda a parte. Ninguém pode chegar perto do edifício sem autorização deles, e eles só autorizam ir pegar o tíquete de visitação (hora marcada) em uma sala e voltar.

Um casal de velhinhos ingleses (linha 90 anos) se aventurou um pouco para tirar fotos da fachada e foi severamente repreendido.

Pois é.

Anúncios

Sobre arnaldof

Viajando em busca de algo que não sei o que é, mas com a certeza de que será muito bacana.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s