a capital dos germânicos

Desde que, lá pelo século IX, deixaram de usar trancinhas loiras e de cultivar o deselegante hábito de sentar machadadas na cabeça dos povos mediterrânicos, os germânicos estão procurando um centro que os unifique e lhes dê um rumo como Nação.

Após muitos fracassos e becos sem saída, três cidades se destacaram como candidatas. A guerreira e disciplinada capital prussiana, Berlim. A aristocrática e multicultural capital austríaca, Viena. E a alegre e quase mediterrânica capital da Baviera, Munique.

No começo do século XX, Berlim estava claramente na dianteira, superando a até então toda-poderosa Viena. Munique corria por fora.

As três cidades foram, porém, arrasadas na Segunda Guerra e tiveram de renascer, literalmente, das cinzas. Berlim só começou a reconstrução verdadeira há dez anos. Não sei como seria se não fosse a guerra. Mas hoje, Munique é a mais imponente, brilhante e emocionante das três. Como dizia um garotão que apresentava um programa de viagens na TV brazuca, “Munique, a Germânia é aqui!”

Anúncios

Sobre arnaldof

Viajando em busca de algo que não sei o que é, mas com a certeza de que será muito bacana.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s