balanço 3: vergonha da situação brasileira

Rapidamente o brasileiro mais sensível começa a ficar incomodado na Europa. A gente se pega olhando o tempo todo o entorno, agarrado aos nossos pertences, vigiando e vigiando… E percebe que isso não faz quase nenhum sentido lá.

Claro: mulheres com jeito de madame, idosos mais abonados, gente com perfil rico e “frágil”, todos esses devem temer as metrópoles europeias. Não se trata de um paraíso de anjos celestiais. Um relógio de 20 mil dólares instiga ambições em qualquer parte do mundo.

Mas para o turista de classe média, sem adereços de alto luxo, a segurança é praticamente total (deve-se dar o 1% de estatística, pois nada é impossível e tem gente azarada).

É tão, mas tão diferente do Brasil que irrita. A gente fica revoltado. E envergonhado.

Anúncios

Sobre arnaldof

Viajando em busca de algo que não sei o que é, mas com a certeza de que será muito bacana.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s