metrô de NY – 1

Se posso afirmar uma coisa é que de usar metrô eu entendo.

Apesar do fiasco russo (medo de fazer algo errado e ninguém saber explicar o certo – fiquei só na superfície), nenhum outro sistema metropolitano me escapou. De Atenas a Bucareste, de Budapeste a Munique, de Santiago de Chile a Praga, de Buenos Aires a Viena. Incluindo, claro, Londres e Paris.

E posso dizer que o metrô de NY não apenas é o mais sujo e descuidado. É também o mais confuso.

Manhattan é uma “tripa”, fina e comprida, estendida de sul a norte. No sul, Downtown / Financial District (onde fica Wall Street e o Ground Zero, antigo WTC). No norte, o Harlem.

Acompanhando a forma de tripa, as linhas seguem paralelas do sul para o norte. Basicamente tem pela 8ª Avenida, pela 6ª e pela Park Avenue/Lexington.

E aí começam os problemas. Se você está na linha da 8ª Avenida e quer ir para um endereço na 5ª, esqueça. Não há conexões. Portanto, aquela coisa londrina ou parisiense de ir para qualquer lugar de metrô, aqui não rola. Há confusas e demoradas conexões entre Columbus Circle / Times Square / Grand Central, mas elas irritam mais que facilitam.

Com um passe Metrocard ilimitado, o melhor na maioria das vezes é sair da estação e caminhar algumas quadras até a linha que vai para onde você quer ir. Se estiver chovendo, bom saber que não há marquises em NY.

Mas o pior nem é isso…

Anúncios

Sobre arnaldof

Viajando em busca de algo que não sei o que é, mas com a certeza de que será muito bacana.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s