o culpado foi o Correio

Em um post anterior eu estranhava o fato de que Passo Fundo tivesse vários edifícios de estilo “moderno naval“, que aqui pelo Sudeste foi usado pelos anos 1940.

No dia seguinte à escrita do tal post, andava eu pela cidade e dei de cara com o culpado: a agência central dos Correios.

É um processo comum em cidades não muito grandes: por algum motivo um projeto “de fora” é edificado na cidade, os construtores locais adoram a novidade e começam a reproduzi-la por todo lado.

O projeto forasteiro pode ser trazido pelo governo estadual (caso de escolas, fóruns de Justiça, palácios da polícia e afins), ou pelo governo federal (alfândegas, agências dos correios, sedes de autarquias etc.). Bancos (públicos ou privados) e grandes cadeias de lojas também entram na lista.

Pelo jeito, os passo-fundenses se encantaram com o novo Correio projetado no Rio de Janeiro, que o governo Vargas mandou construir na rua Morom, e reproduziram suas linhas gerais em ‘n’ edifícios pela cidade.

Anúncios

Sobre arnaldof

Viajando em busca de algo que não sei o que é, mas com a certeza de que será muito bacana.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s